Número total de visualizações de página

quarta-feira, 23 de março de 2016

Opções.

Eu sei que há coisas que são inevitáveis.Eu sei,que as coisas importantes,não são coisas.Eu sei,que era o melhor a fazer,porque não existia outra saída ,pelo menos tão racional e tão imediata,como a que foi encontrada.Mas dói!oh se dói....principalmente,sabendo eu como ninguém,o que isso te afectaria,se estivesses aqui pai.Por isso,nunca o faria enquanto permanecesses ao meu lado.Faço-o agora,com a alma a doer e a razão dividida,entre aquilo que esta opção vai resolver e aquilo que fica no meu coração,porque não sei se tu estarias de acordo com isso.Gostava que me desses uma luz,um toque mesmo suave que fosse,se aceitas esta decisão,se não ficas triste com ela,apesar de ir resolver pelo menos um problema com que me debato já há uns anos largos.
Estou triste,pai com uma vontade de chorar enorme e de te pedir perdão.
Eu sabia que este dia iria chegar,mas inconscientemente,fui adiando essa possibilidade e projectei-a lá mais para diante...mas hoje,chegou a hora de dar mais uma volta a tudo aquilo que tinha imaginado para o futuro.Sempre te disse que isso nunca iria acontecer,mas falhei!não fui capaz de cumprir com a minha palavra e agora,peço-te que me perdoes.
Amo-te pai,hoje mais do que nunca.


Sem comentários:

Enviar um comentário