Número total de visualizações de página

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Serenidade.

Conhecem aquela ânsia que de quando em vez nos assola a alma com uma enorme vontade de nosdesprendermos das amarras de quatro paredes,sair e  agarrar o sol como uma tábua de salvação como se nesses momentos não tivéssemos mais nada nem ninguém?é essa sensaçao que tenho hoje...e tenho de sair,de libertar as amarras e beijar o sol,embebedar-me de luz e calor.Vou até ao mar esvaziar o espírito de tudo o que é negativo e injectar-me de maresia,de risos de crianças,de espuma a desfazer-se aos meus pés.Vou ficar até o sol se pôr, porque hoje vou poder  ter essa liberdade. Neste momento,só o mar tem o poder de me dar alguma paz de espírito de serenidade e a sensação quase estranha de que posso fazer tudo,mas mesmo tudo aquilo, que me der na real gana.

Sem comentários:

Enviar um comentário