Número total de visualizações de página

sexta-feira, 14 de março de 2014

Primavera.

Andam sempre juntos.Por vezes lado a lado,outras vezes um dá uns passitos mais rápidos e segue à frente do outro,mas não por muito tempo pois rapidamente se apercebe da ausência do amigo e fica à espera da companhia dos seus passos.Passam os dias no jardim e logo de manhã, bem cedinho, vagueam por ali em busca de algum pedaço de pão que alguém lhes vai atirando e que  depenicam em gestos  repetitivos e quase maquinais.Quando chove,escondem-se os dois muito juntinhos nos beirais,até que a chuva os deixe voltar ao jardim.Quando o sol desponta,voltam para arrolhar numa dança de acasalamento sem pudores.Existem muitos por aqui,mas estes dois marcam a diferença aos meus olhos simplesmente  porque permaneçem sempre juntos.São de uma fidelidade incrível e de uma ternura comovente.Adoro estes pombinhos e hoje achei que também eles mereciam um lugar  neste meu cantinho.

Sem comentários:

Enviar um comentário