Número total de visualizações de página

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

O passar dos dias.

A incapacidade de gerir sentimentos tão adversos como a insegurança,o medo,a incerteza,a dúvida sobre a melhor opção que devo tomar para teu bem,para meu bem,para o bem de todos nós,para que consigamos continuar em frente arranjando maneiras de nos adaptarmos a uma nova forma de viver,de sentir,de subsistir para não deixar que o desânimo nos vença e as forças não nos faltem,essa incapacidade de que falo lá em cima,está a tornar-se visita constante e por isso incómoda e indesejada.Qual ladrão que nos entra pela porta dentro sem dó nem piedade,é a sensação que me preenche nesta altura.Um ladrão que aos poucos te está a roubar de mim e que eu não consigo impedir.
Pensamentos díspares e por vezes desconexos,vão-me assaltando ao longo dos dias e as noites estão a tornar-se complicadas.Voltei ao tempo das fraldas,das noites mal dormidas e das dores que não sei como tratar,ou simplesmente aliviar.Pudésse eu alterar o rumo das coisas,para  que não fosse tão penoso para ti e para mim, para que no fim dos teus dias permaneçesse aquele sorriso......

Sem comentários:

Enviar um comentário