Número total de visualizações de página

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Setembro.

Por aqui continua tudo muito lento......a correr muito devagar,ou antes a fluir, como se o tempo tivesse parado já há muito sem forças para andar para a frente.Como se o tempo pudesse parar! ingenuidade minha  de querer que as coisas andem ao ritmo do meu bem querer......Setembro é sempre assim para mim: lânguido,eterno, de uma demora sem fim.Setembro dói-me,como me doí a espera,como me dói o desamor,a solidão,a desesperança e a repetição dos dias sempre iguais, como se não houvesse amanhã e não tivesse um lugar para onde ir. Setembro deprime-me na incerteza,na insatisfação,na inconstância de um futuro por definir.

Sem comentários:

Enviar um comentário