Número total de visualizações de página

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Antes do tempo

Homenagem. Há uns bons anos atrás,quamdo ainda era uma forma de afirmação pegar num cigarro e começar a fumar,um rapazinho de 9 ou 10 anos,juntáva uns trocados,conforme podia(deixando de comer um bolo ou fazendo um recado a troco de alguma moeda,(por exemplo) e ia com um grupo de amigos à tabacaria do senhor Francisco,comprar um maço de tabaco,que era partilhado com o resto do grupo. A aventura de fumar às escondidas,atrás dos muros da escola,depressa se tornou num vício terrível e incontrolável que durou muito para além dos muros da escola. A irmã,tornou-se a sua aliada secreta,para avisar sempre que o pai chegáva a casa mais cedo,tentando empatá-lo de uma maneira ou de outra,de forma a que desse tempo do cigarro desaparecer. Um dia, a irmã distaiu-se (só tinha 6 anos),não conseguiu avisar o menino a tempo....e o pai encontrou-o no quintal da casa, a fumar um cigarro como "um homem grande". A tareia que levou,deixou-o de cama 15 dias,mas de pouco serviu. Passados 40 anos,o menino que se fizera homem,continuou a fumar,apesar da bronquite,das dores de cabeça que o faziam desmaiar,apesar da tosse de "cão",apesar de todos os avisos,apesar de.... Um dia,o desmaio foi mais prolongado.Depois de um internamento de 1 mês e de vários exames,o diagnóstico foi cruel:um tumor maligno e mais 1 mês de vida. O menino que se fez homem depressa demais,morreu com 50 anos de idade.

Sem comentários:

Enviar um comentário